Commodities e varejo levam FMI e bancos a rever PIB para cima

Uma série de dados positivos, como alta nas vendas do varejo, aumento no preço das commodities e liberação do FGTS, levou bancos, consultorias e o Fundo Monetário Internacional (FMI) a revisar para cima a previsão de crescimento da economia brasileira neste ano. No caso das previsões do FMI, divulgadas nesta terça-feira, 19, o Brasil deverá crescer 0,8% (a expectativa anterior era de 0,3%), ante crescimento mundial de 3,6% (4,4% antes).
Saiba mais
Editorial, 20.ABRIL.2022 | Postado em Mercado
Exibindo 2 de 20